Quem Somos

A Equipe Voluntária teve origem em maio de 1996, em Novo Hamburgo/RS, onde jovens realizavam atividades de sensibilização da população para a prevenção as Doenças Sexualmente Transmissíveis e Aids.

Em 1º de dezembro de 2002, visando ampliar as ações realizadas pelo grupo iniciou-se o processo de fundação da Equipe Voluntária Rio Grande do Sul, que passou a atender a região metropolitana de Porto Alegre e Serra Gaúcha.

Em 2008 iniciamos o processo de ampliação da instituição, agora denominada Equipe Voluntária Brasil, passando a atender também o estado de Santa Catarina.

O processo de ampliação não se detém somente a dimensão territorial, aproveitando o sucesso do programa Marketing Social do Preservativo Prudence ampliamos também nossa capacidade de atuação passando a oferecer serviços de Consultoria Estratégica e Capacitação Técnicas para profissionais em assuntos relacionados a Saúde Pública.

A instituição possui larga experiência no desenvolvimento de atividades relacionadas às Doenças Sexualmente Transmissíveis, HIV e Aids, estando sempre a frente de projetos inovadores, demonstrando credibilidade e competência em suas realizações e alcançando resultados satisfatórios.

Missão


Desenvolver atividades de sensibilização da população para a importância de relações sexuais mais seguras
e ações de educação preventiva aliados a estratégias eficientes de Marketing Social com a finalidade
de facilitar o acesso da população a preservativo de qualidade a baixo custo.

Oferecer serviços de Consultoria Estratégica e Capacitação Técnica para qualificação
profissional em assuntos relacionados a Saúde Pública.

Visão


Conscientização da população em geral, bem como jovens e adolescentes,
para a importância da prática de relações sexuais mais seguras.

 

 

Nossos Parceiros


patrocinio-prudence-dkt

Desde o surgimento da Equipe Voluntária temos como principal parceiro e financiador a DKT International, detentora da marca de Preservativos Prudence no Brasil.

Maior fornecedor privado de planejamento familiar do mundo.

Com sede em Washington DC – Estados Unidos, a DKT é uma organização sem fins lucrativos, especializada na implantação de Programas de Marketing Social (planejamento familiar e prevenção de DSTs/AIDS) ao redor do mundo, principalmente em países em desenvolvimento e populosos. Atualmente desenvolve 20 programas de Marketing Social em 18 países – África do Sul, Brasil, China (2), República Democrática do Congo, Egito, Etiópia, Filipinas, Índia(2), Indonésia, Malásia, México, Moçambique, Sudão, Tailândia, Turquia, Vietnã, Ghana e Marrocos.

Uma das filiais da DKT International, a DKT do Brasil atua desde 1990 no mercado nacional de preservativos. E, seguindo a tradição de sua matriz, apoia projetos sociais de organizações não governamentais através de educação preventiva e trabalhos de marketing social, difundindo produtos de qualidade e orientando a população para a prática de relações sexuais seguras.

Visite o site www.dktinternational.org e saiba mais.

Nosso Fundador


siteevb_institucional_steffan1

Conheça a história de Steffan Nath, fundador da Equipe Voluntária Brasil, veiculada no Jornal NH em 22/08/2006:

Um menino de 12 anos transformou a frustração do cancelamento da Feira de Ciências do colégio onde estudava em um trabalho voluntário informando aos colegas sobre doenças sexualmente transmissíveis (DSTs) e o uso correto de preservativos. O voluntariado ganhou adesão e atualmente, dez anos depois do início da atividade, ele é o diretor-presidente da Organização Não-governamental (ONG) Equipe Voluntária Rio Grande do Sul. Steffan Nath, 22 anos, coordena em Novo Hamburgo uma iniciativa que já atingiu mais de dois milhões de pessoas e teve um milhão e 400 mil preservativos distribuídos gratuitamente, desde junho de 2000, quando o grupo sem nome, que já trabalhava há quatro anos, foi transformado em uma organização. O Jornal NH publica hoje a segunda reportagem da série A Vida em Comunidade, mostrando algumas das muitas pessoas da região que dedicam seu tempo ao trabalho voluntário.

ONG faz campanhas para conscientizar população sobre doenças sexualmente transmissíveis

O estudante Steffan Nath, em 1996, preparou durante meses um trabalho sobre aids e outras DSTs para apresentar na Feira de Ciências. Como o evento foi cancelado, o garoto não sabia o que fazer com o material que havia conseguido com órgãos públicos. Ele e outros colegas começaram a realizar campanhas sobre o assunto dentro da escola. Logo o trabalho surtiu efeito e partiram para outros estabelecimentos de ensino ministrando palestras e para blitze preventivas no NovoShopping e outros locais de Novo Hamburgo, diante de convite da Secretaria Municipal de Saúde. Em 1.º de dezembro de 2002 foi feito o processo de legalização da Organização Não-governamental, mas somente a partir de março 2003 surgiu o primeiro incentivo. Uma empresa de preservativos começou a subsidiar atividades de prevenção e de marketing social. Até então todas as despesas eram por conta dos jovens voluntários.

A ONG passou a atuar, além de Novo Hamburgo, em São Leopoldo, Campo Bom e Porto Alegre realizando atividades específicas durantes determinados eventos, como shows de bandas e datas comemorativas (Dia dos Namorados, carnaval). Durante as festas de Momo, as blitze ocorrem durante dia e à noite em bares, clubes e danceterias. O trabalho preventivo também é feito em eventos maiores, como o Festival de Cinema de Gramado.

Atualmente a Equipe Voluntária tem seis funcionários, sendo que cinco atuam no marketing social e um auxilia no projeto da prefeitura. A sede está localizada na Rua Lima e Silva, 222, 6.º andar, no Centro de Novo Hamburgo. No entanto, segundo Nath, ainda hoje, em todas as atividades preventivas o trabalho é feito por voluntários, inclusive os funcionários do ONG, que nestes casos não são remunerados. A ONG possui um cadastro com 57 voluntários, sendo que 70% são jovens. ”A vontade de sensibilizar a população sobre a importância da prevenção leva os jovens ao trabalho voluntário”, avalia Nath, que atualmente também se prepara para vestibular em cursos da área de responsabilidade social.O marketing social da ONG consiste na venda subsidiada de preservativos de qualidade em estabelecimentos diferentes dos tradicionais (mercados e farmácias). O produto, 50% mais barato que o mercado, é oferecido em lojas de roupas, estacionamentos, floriculturas, casas lotéricas. ”A idéia principal do projeto é diversificar o tipo de estabelecimento onde é vendido o preservativo. Temos 800 estabelecimentos parceiros em Novo Hamburgo, Campo Bom, São Leopoldo e Porto Alegre”, afirma Nath. No entanto, cerca de 50% dos locais estão em Novo Hamburgo. A cota de preservativos para distribuição gratuita é maior que a do marketing social, explica o presidente da ONG.

ONG atua nas escolas da cidade

Este ano a Equipe Voluntária Rio Grande do Sul está realizando um trabalho de prevenção em quatro escolas estaduais de Novo Hamburgo. ”Uma vez por mês um consultor de prevenção vai até a escola e fica à disposição dos alunos para questionamentos. Não é palestra. Há também o correio interno, onde os estudantes anotam as dúvidas, e são disponibilizados preservativos, gratuitamente”, esclarece o diretor-presidente da Organização Não-governamental, Steffan Nath.

A ONG tem como visão a conscientização da população em geral, bem como jovens e adolescentes, para a importância da prática de relações sexuais seguras. A Equipe Voluntária realiza atividades voltadas principalmente para adolescentes, tendo como agente multiplicadores jovens, o que facilita a comunicação por utilizar a mesma linguagem e gírias. Outro foco do trabalho do grupo está na conscientização das mulheres. ”Também tentamos sensibilizar as mulheres para que usem o preservativo feminino nas relações”, destaca Nath.

Trabalho recebe adesões de voluntários

O voluntariado está movimentando muitas pessoas em diversas áreas, como a assistente social Beate Rosecker, 39 anos. Ela participa da Equipe Voluntária há três anos. ”O que me levou ao trabalho foi a necessidade de informar as pessoas. A idéia é divulgar para estabilizar a doença”, afirma Beate.

Bruno Monteiro, 19 anos, trabalha como o grupo voluntário desde 2000, quando tinha apenas 13 anos. Ele começou na Feira de Ciências da escola pesquisando as Doenças Sexualmente Transmissíveis (DSTs). Foi quando conheceu Steffan Nath, que já fazia trabalho voluntário sobre o assunto, e os dois começaram a desenvolver a proposta juntos. Na época, o grupo ainda não era uma ONG. ”Fazia palestras em escolas, empresas e eventos comemorativos. Hoje, quando sou convocado, faço palestras”, diz Monteiro.

”É muito importante que as pessoas tomem esta iniciativa. Ainda há muita necessidade de informação. Temos cidades da nossa região que figuram no ranking de DSTS”, explica o jovem. Ele acrescenta que várias vezes, durante as blitze preventivas da Equipe Voluntária, como no projeto Jornal NH em Seu Bairro, encontrou pessoas que não sabiam quase nada sobre o assunto.

Iniciativas

Entre as finalidades da ONG Equipe Voluntária estão: desenvolver atividades de sensibilização da população para a importância de relações sexuais mais seguras e prevenção as DST/HIV-Aids; a promoção da ética, da paz, da solidariedade e da cidadania; desenvolvimento de ações de educação preventiva; a promoção dos direitos humanos, da democracia e da assistência social e outros valores universais.

As campanhas da entidade tiveram maior participação da população a partir da realização de atividades no NovoShopping de Novo Hamburgo, sendo realizadas em pontos de maior circulação dos jovens, tendo espaço para exposição de cartazes, balcão para atendimento e esclarecimento de dúvidas, distribuição de folder’s e preservativos.

A Equipe Voluntária foi fundada como uma associação civil, com personalidade jurídica de direito privado, de caráter representativo, reivindicatório, educativo, organizativo, preventivo, sem fins econômicos, possuindo número ilimitado de associados e tempo de duração indeterminado, regido por este estatuto e pelas leis vigentes.

Além da elaboração e realização de campanhas de prevenção, a entidade participa de eventos da região, entre eles: Sábado Show do Jornal NH no Seu Bairro, Planeta Atlântida, Festival de Cinema de Gramado, bailes de Carnaval, Cidade Elétrica, onde os voluntários esclarecem dúvidas e fazem distribuição de preservativos e informativos.

Tendo como objetivo facilitar o acesso da população a preservativo de qualidade, a Equipe Voluntária Rio Grande do Sul desenvolve desde março de 2003 o projeto Marketing Social. Com esta proposta, trabalha em 4 cidades, atualmente, disponibilizando a população gaúcha preservativos de qualidade a baixo custo junto a mais de 800 estabalecimentos comerciais parceiros do projeto.

Em junho de 2000, a equipe de voluntários iniciou as atividades do Dia dos Namorados com o projeto Dia dos Namorados Seguro no NovoShopping. Sendo um grupo de jovens organizados e que realizavam as atividades em escolas, empresas e eventos, surgiu a idéia de transformar o trabalho de conscientização e sensibilização da população em uma Organização Não-Governamental a fim de poder atender a demanda de solicitações de empresas e escolas para a realização de mais atividades. No dia 12 de junho surge a Equipe Voluntária Rio Grande do Sul.

Os trabalhos continuaram, sendo realizados também em grandes eventos. Visando a continuidade da instituição, em 1.º de dezembro de 2002 foi oficializada a criação da Equipe Voluntária Rio Grande do Sul, com registro, iniciando uma nova trajetória.

Desde 2002 os trabalhos não foram interrompidos. São inúmeras atividades desenvolvidas ano a ano. Projetos criados para atender a população e sensibilizar para a importância do uso do preservativo em todas as relações sexuais.

Na trajetória também surgiram novas parcerias que viabilizam a continuidade deste trabalho realizado para a população. Novos voluntários também ingressaram na ONG, desenvolvendo a importante tarefa de informar a população e colaborar na realização das atividades.